Posts Tagged ‘11.2’

Como criar um LiveUSB a partir do LiveCD

Olá pessoal!

Traduzi um artigo da wiki em inglês e resolvi postá-lo no blog também. Segue o ctrl-c ctrl-v. Lembrando que este procedimento só é válido a partir do openSUSE 11.2 e futuros. Para as versões anteriores use meu outro tutorial.

Criar um LiveUSB

Baixe o DVD ou LiveCD de sua escolha na página de download e proceda da seguinte maneira:

Atenção
O programa dd irá destruir todos os dados atualmente existentes no pendrive USB. Por favor, tenha certeza de que o pendrive não contém nenhuma informação importante. Também, tenha cuidado aonde você envia a imagem ISO, já que o dd irá escrever para qualquer destino que você apontar, mesmo que seja seu disco rígido.

Instruções para o Linux

Se você já está executando uma máquina Linux, siga estas instruções:

1. Conecte seu pendrive USB e aprenda como o seu pendrive USB é reconhecido pelo sistema:

# ls -l /dev/disk/by-id/*usb*

Irá exibir algo parecido com o abaixo, com sdX sendo o dispositivo atual (por exemplo, sdb).

lrwxrwxrwx 1 root root  9 2010-03-05 18:22 /dev/disk/by-id/usb-SanDisk_Cruzer_Colors+_4527710EBF819BC0-0:0 -> ../../sdX
lrwxrwxrwx 1 root root 10 2010-03-05 18:22 /dev/disk/by-id/usb-SanDisk_Cruzer_Colors+_4527710EBF819BC0-0:0-part1 -> ../../sdX1

2. Desmonte o pendrive USB e use este comando (como root) para gravar a imagem em seu pendrive USB.

  • Substitua /dev/sdX com o dispositivo USB aprendido no comando acima.
  • Substitua o nome da imagem ISO abaixo pelo nome atual da imagem ISO que você baixou.
# umount /dev/sdX
# dd if=/path/to/iso/openSUSE-11.2-KDE4-LiveCD-i686.iso of=/dev/sdX bs=4M;sync
169+1 records in
169+1 records out
710934528 bytes (711 MB) copied, 77.9798 s, 9.1 MB/s

Instruções para o Windows

Se você estiver executando um sistema operacional Windows, as seguintes instruções se aplicam:

1. Conecte seu pendrive USB e encontre a letra da unidade que corresponda ao seu pendrive USB na janela “Meu computador”. A nova unidade que aparecer após conectar seu pendrive é a letra da unidade que você irá usar.

2. Baixe a ferramenta em linha de comando dd for windows e use as intruções acima ou use um utilitário de gravação de imagem como o Win32DiskImager

  • Descomprima o arquivo e execute o Win32DiskImager. Uma janela irá aparecer.

image:LiveUSB_w32diskimager_application.png

  • Selecione sua imagem ISO clicando no ícone de pasta próximo a caixa “Image File” e navegue até o diretório aonde sua imagem ISO está. Se você não ver sua imagem, digite “*.iso” na caixa “Nome do arquivo”.

image:LiveUSB_win32diskimager_file_selection_hack.png

  • Selecione a letra da unidade do seu pendrive USB da lista suspensa “Device”. Se você não ver a letra da unidade correta, confira se seu pendrive USB está conectado apropriadamente e clique no botão atualizar (duas setas em um círculo).
  • Por fim, clique no botão “Write” e aguarde alguns minutos. Uma vez a gravação termine você poderá sair do programa e “Remover com segurança” seu pendrive USB.

Criar partição no espaço restante

Por padrão, o pendrive USB irá se comportar com um LiveCD, quando você desligar, todos os dados serão perdidos. Criando uma nova partição na qual o sistema Live possa gravar, torna o openSUSE portátil: um sistema operacional que você pode usar em qualquer computador.

  • Com as seguintes instruções uma nova partição /dev/sdX2 será criada para salvar suas alterações.
  • O openSUSE irá usar esta nova partição para armazenar dados, mas você verá o sistema Live com um grande arquivo do sistema.
  • O tamanho mínimo do pendrive USB é 1 GB, mas quanto maior, melhor já que haverá mais espaço para gravar dados.

Aqui está um script que cria a segunda partição automaticamente. Seu propósito é:

  • Listas as partições
  • Criar a nova partição
  • Verificar que está concluído
  • Gravar no pendrive USB
#!/bin/bash
# liveUSBparticao.sh
# Cria uma partição gravável no LiveUSB
if [ "$1" = "" ]; then
	echo "execute o script com /dev/sdX como argumento"
	exit
fi
fdisk $1 << EOF  # inicia o fdisk (editor da tabela de partições) na partição /dev/sdX
n                # adiciona uma nova tabela de partições
p                # partição primária (1-4)
2                # número da partição (1-4)
                 # primeiro cilindro (usando o valor padrão)
                 # último cilindro (usando o valor padrão)
t                # tipo de partição
2                # número da partição (1-4)
83               # valor hexadecimal (digite l no fdisk para a lista)
w                # gravar tabela no disco e sair
EOF
SECONDPART=${1}2
dd if=/dev/zero of=$SECONDPART bs=4K count=2

Salve o script, dê a ele permissão de execução e execute o seguinte comando como root, com /dev/sdX sendo a localização atual do pendrive USB (por exemplo /dev/sdb).

# chmod +x liveUSBparticao.sh
# sh liveUSBparticao.sh /dev/sdX

O script usa o comando fdisk.Veja man fdisk para mais detalhes.

abraços 😉

fonte: http://pt.opensuse.org/Live_USB

LiveCDs do openSUSE Xfce

Olá,

Um dia após o lançamento do LiveCD do LXDE, agora é a vez do Xfce. Confira a tradução da notícia:

Ontem o Andrea (anubisg1 no IRC) anunciou os LiveCDs com o LXDE, os quais ele compilou no Build Service com a ajuda do Dmitry Serpokryl. Foi fácil para mim substituir os pacotes do LXDE pelos do Xfce no arquivo de definições do kiwi, por isto apresento a vocês os LiveCDs do Xfce!

Criei uma entrada na página dos Derivados e você pode baixar as imagens deste local. O usuário padrão é linux sem senha e o usuário root também não tem senha.

Testei a imagem 32-bit no VirtualBox e encontrei alguns problemas (veja abaixo), a imagem 64-bit não foi testada até o momento. É ai que eu gostaria de pedir a você para testar ambas as imagens. Primeiro alguns pontos:

  • atualmente o YaST em Qt é utilizado (tive alguns problemas com a interface GTK)
  • após o login, uma mensagem de aviso é exibida (sobre colocar “linux” em /etc/hosts)
  • você pode instalar o sistema no disco rígido usando o ícone do instalador do Live na área de trabalho
    • infelizmente isto previne-nos de habilitar o login automático (o sistema instalado espera o usuário“linux” que está apenas no LiveCD e o login termina em um loop, este bug do YaST está sendo trabalhado)
    • também algumas mensagens sobre o subsistema de armazenamento estar bloqueado são exibidas durante a instalação

Se você achar mais problemas, por favor, relate-os para mim. Também se você souber como corrigir os existentes, não hesite em me contatar! Obrigado!

fonte: http://stick.gk2.sk/blog/2010/03/opensuse-xfce-live-cds/

Guias rápidos e manual de inicialização para o openSUSE 11.2

Olá pessoal!

Devido ao esforço da equipe de tradução, leia-se Isis, Renato, Raul, Ulissis e eu, estamos felizes em anunciar a tradução dos guias rápidos e do manual de inicialização para o openSUSE 11.2.

Eles são traduções dos guias/manual lançados pela Novell em http://www.novell.com/documentation/opensuse112/ na seção “Getting Started”:

São eles:

  • Guia rápido de instalação
  • Guia rápido do KDE
  • Guia rápido do GNOME
  • Guia rápido do Novell AppArmor
  • Manual de inicialização

E estão disponíveis na área de download do projeto http://code.google.com/p/opensuse-startup-pt-br/downloads/list

E como sempre, qualquer erro, favor avisar  Lingua

Obrigado a todos que ajudaram na tradução destes guias.

abraços Wink

O openSUSE 11.2 agora é Gold Master!

Segue a tradução do e-mail do coolo sobre o openSUSE 11.2 estar em Gold Master (versão final):

Olá,

O 11.2 agora é ‘gold’, o factory foi reabilitado e publicado.

Eu já publiquei o distribution/11.2/repo e já está em
vários mirrors, então você está apto a fazer um
zypper dup para ir do openSUSE 11.2 RC2 para o GM.

Também criamos os dados repomd, então espero que
o portal de software tenha os dados do 11.2 em breve.

Saudações, Stephan

Para quem tem o 11.1 instalado e quer atualizar ‘para o openSUSE 11.2 o procedimento, via zypper é o seguinte (como root):

  • altere todos os repositórios para o 11.2 (remova os desnecessários se quiser – recomendado);
  • ‘zypper clean’ (opcional – para limpar os repositórios);
  • ‘zypper ref’ (para atualizar estes repositórios recém alterados);
  • ‘zypper in zypper’ (para atualizar a pilha de gerenciamento de softwares);
  • ‘zypper dup -d’ (opcional – caso prefira baixar todos os pacotes antes de atualizar)
  • ‘zypper dup’ (para atualizar a versão – dependendo dos repositórios que você tem pacotes serão atualizados, removidos, terão downgrade, etc)
  • SuSEconfig (roda uns scripts do openSUSE)
  • reinicie a máquina

Ou espere mais dois dias, baixe o DVD e atualize seu sistema. (Os liveCDs são recomendados apenas para instalações limpas)

abraços 😉

fontes http://lists.opensuse.org/opensuse-factory/2009-11/msg00137.html e http://en.opensuse.org/Upgrade/11.2

Disponível o último ‘release candidate’ do openSUSE 11.2

Olá pessoal,

Segue abaixo a tradução do anúncio do openSUSE 11.2 RC2:

É isto pessoal! Estamos quase lá para o openSUSE 11.2. Hora de baixar o último ‘release candidate’ do 11.2 e descobrir os últimos bugs escondidos para deixar o camaleão pronto para o lançamento final. Este lançamento inclui o kernel, Samba e Firefox atualizados e mais.

Este lançamento deve estar quase pronto para a marca ‘gold master’, mas ainda temos há para descobrir bugs. Este lançamento não deve ser implantado em sistemas em produção, mas deve estar pronto para os primeiros usuários  e contribuidores que querem ajudar nos testes e desenvolvimento do 11.2.

Alterações desde o openSUSE 11.2 RC 1

O Release Candidate 2 inclui poucos pacotes novos e muitos dos bugs mais irritantes do RC 1 foram corrigidos para este lançamento. Os novos pacotes incluem:

  • Linux kernel 2.6.31.5
  • SeaMonkey 2.0
  • Firefox 3.5.4
  • Samba 3.4.2
  • xorg-x11-server 1.6.5

Uma lista mais completa pode ser encontrada na the wiki e uma lista atualizada dos pacotes no Factory pode ser encontrada no DistroWatch.

O 11.2 está ficando fantástico. Quer capturas de tela? Nós temos! Veja-as aqui e/ou adicione-as você mesmo.

Bugs mais irritantes

Como este é um ‘release candidate’, ainda estamos procurando por bugs mais críticos. No entanto, neste ponto do ciclo estamos quase prontos para chamar o 11.2 RC 2 como pronto para produção. Não conhecemos nenhum bug que valha a pena ser mencionado, no entanto as imagens ISO para instalação via Internet irão chamar o repositório Factory. A  URL dos repositórios precisa ser alterada de /factory/repo/oss para /factory-snapshot/repo/oss manualmente.

Você pode encontrar mais sobre como adicionar repositórios na wiki do openSUSE.

Se qualquer novo bug crítico aparecer, ele será listado na wiki do openSUSE.

Testes! testes! testes!

Como você pode ver, o 11.2 RC 1 tem alguns bugs incômodos, mas podem existir outros que ainda não encontramos. Se você quer ter certeza que a versão final do 11.2 seja quase livre dos bugs incômodos, precisamos de sua ajuda para encontrar, relatar e corrigir estes bugs escondidos.

Para aprender mais sobre os testes no, visite as páginas de Testes na wiki do openSUSE. Para acompanhar o processo de testes e desenvolvimento, nós sugerimos que você se inscreve na lista de discussão openSUSE-Factory, e entre no canal #openSUSE-Factory na rede Freenode para discutir o desenvolvimento do openSUSE.

Baixe o Release Candidate 2 hoje!

O que você está esperando? Baixe o RC2 hoje! Os downloads estão disponíveis em software.opensuse.org/developer/ agora.

Note, se você quiser testar o LiveCD em uma máquina sem unidade de CD-ROM, você pode copiá-lo para um pendrive USB com o seguinte comando:

dd if=imagem.iso of=/dev/sdX bs=4M

Substitua “imagem.iso” com o nome da imagem ISO que você baixou e substitua “sdX” com o nome de dispositivo atual do seu pendrive USB. Seja cuidadoso! Isto irá apagar o dispositivo de destino, então tenha certeza que você tem o nome de dispositivo correto e faça um bakup de qualquer dado!

A versão final do 11.2 está agendada para ser lançada dia 12 de novembro de 2009. Veja o calendário detalhado na wiki.

Estamos na reta final. Um muito obrigado a todos os contribuidores que participaram no ciclo do 11.2. Sem vocês não teríamos o openSUSE.

fonte: http://news.opensuse.org/2009/10/29/final-opensuse-11-2-release-candidate-available/

Lançado o openSUSE 11.2 RC1

Segue abaixo a tradução do anúncio do openSUSE 11.2 RC1:

Estamos a caminho do openSUSE 11.2! Hoje estamos felizes em anunciar o primeiro ‘release candidate’ para o openSUSE 11.2. Este lançamento inclui várias correções e inclui algumas correções e várias atualizações, incluindo o GNOME 2.28 final, kernel Linux 2.6.31.3 e muitos outros.

Como o primeiro ‘release candidate’ do openSUSE 11.2, ele deve estar quase pronto para o lançamento final. No entanto, ainda existem alguns problemas conhecidos restantes e o propósito do ‘release candidate’ é descobrir qualquer problema maior antes do 11.2 final. Ele não é indicado para sistemas em produção, mas está pronto para contribuidores que querem ajudar com os testes e desenvolvimentos do 11.2.

O que há de novo no openSUSE 11.2?

A nova versão inclui as últimas versões de todos os tipos de software e fornece:

  • Upgrade de versão ao vivo. Não há a necessidade de parar de trabalhar enquanto faz o upgrade entre o openSUSE 11.1 e o openSUSE 11.2
  • Suporte a várias redes sociais como Facebook, Twitter e identi.ca
  • Executar o openSUSE a partir de um pendrive USB (especialmente par isto pedimos a você que teste)
  • Para mais coisas novas, verifique esta página da wiki

Alterações desde o openSUSE 11.2 Milestone 8

O RC 1 inclui alguns novos pacotes e vários dos “bugs mais irritantes” no Milestone 8 foram corrigidos neste lançamento. Os novos pacotes incluem:

  • Kernel Linux 2.6.31.3
  • GNOME 2.28
  • PulseAudio 0.9.19
  • Evolution 2.28
  • Qt 4.5.3
  • SeaMonkey 2.0 RC 1

Uma lista mais completa pode ser encontrada na the wiki e uma lista atualizada dos pacotes no Factory pode ser encontrada no DistroWatch.

O 11.2 está ficando fantástico. Quer capturas de tela? Nós temos! Veja-as aqui e/ou adicione-as você mesmo.

Bugs mais irritantes

Como este é um ‘release candidate’, o 11.2 RC1 ainda contém alguns bugs que já conhecemos,mas não deve impedir os corajosos contribuidores e testadores. Os bugs mais irritantes no 11.2 RC 1 são:

  • Bug 545753: O ícone do GNOME está apenas parcialmente visivel durante a seleção da área de trabalho na instalação via DVD.
  • Bug 544079: sonar: o painel gdm contém GtkComboBox que está ilegível.
  • Bug 546359: Mensagens “not a regular file or has tail and normal blocks” no console durante a inicialização causadas por um bug no preload.
  • Bug 546838: travemento “leve” ao desligar no qemu.
  • Bug 540482: Reinicialização falha ao reinicializar o computador.
  • Bug 543468: todos os repositórios são perdidos ao atualizar.

Você pode rastrear os bugs mais irritantes na wiki junto com o desenvolvimento do 11.2.

Teste! Teste! Teste!

Como você pode ver, o 11.2 RC 1 tem alguns bugs incômodos, mas podem existir outros que ainda não encontramos. Se você quer ter certeza que a versão final do 11.2 seja quase livre dos bugs incômodos, precisamos de sua ajuda para encontrar, relatar e corrigir estes bugs escondidos.

Para aprender mais sobre os testes no, visite as páginas de Testes na wiki do openSUSE. Para acompanhar o processo de testes e desenvolvimento, nós sugerimos que você se inscreve na lista de discussão openSUSE-Factory, e entre no canal #openSUSE-Factory na rede Freenode para discutir o desenvolvimento do openSUSE.

Baixe o Release Candidate 1 hoje!

O que você está esperando? Baixe o RC 1 hoje! Os downloads estão disponíveis em software.opensuse.org/developer/

Note, se você quiser testar o LiveCD em uma máquina sem unidade de CD-ROM, você pode copiá-lo para um pendrive USB com o seguinte comando:

dd if=imagem.iso of=/dev/sdX bs=4M

Substitua “imagem.iso” com o nome da imagem ISO que você baixou e substitua “sdX” com o nome de dispositivo atual do seu pendrive USB. Seja cuidadoso! Isto irá apagar o dispositivo de destino, então tenha certeza que você tem o nome de dispositivo correto e faça um bakup de qualquer dado!

O próximo e último ‘release candidate’ está agendado para o dia 29 de outubro de 2009. Veja o calendário detalhado na wiki.

fonte: http://news.opensuse.org/2009/10/15/opensuse-11-2-on-its-way-to-become-final-release-candidate-available/

Lançado o openSUSE 11.2 Milestone 8

Segue abaixo a tradução do anúncio do lançamento do Milestone 8:

O Projeto openSUSE Project está feliz em anunciar que o último openSUSE 11.2 Milestone  8 (M8) está disponível para download. Teste agora e forneça um retorno para nós via nosso bugzilla já que este é o último “milestone” antes do primeiro “release candidate”.
Alterações desde o openSUSE 11.2 Milestone 7

O Milestone 8 inclui a versão final da identidade visual do openSUSE 11.2 branding, corrige os bugs mais irritantes do Milestone 7 e, é claro, inclui vários pacotes atualizados:

  • Linux kernel 2.6.31
  • GNOME 2.28 RC
  • OpenOffice.org 3.1.1
  • Identidade visual do openSUSE 11.2 no lugar
  • PulseAudio 0.9.17
  • Samba 3.4.1
  • postgresql 8.4.1

Uma lista mais completa pode ser encontrada na the wiki e uma lista atualizada dos pacotes no Factory pode ser encontrada no DistroWatch.

O 11.2 está ficando fantástico. Quer capturas de tela? Nós temos! Veja-as aqui e/ou adicione-as você mesmo.

Bugs mais irritantes

Como este é um milestone, o 11.2 M8 ainda contém alguns bugs que nós já conhecemo, mas não deve impedir os corajosos contrbuidores e testadores. Os maiores bugs no 11.2 M8 são:

  • Bug 542819 – gpk-update-viewer: não consegue atualizar pacotes
  • Bug 482749 – Módulos do YaST2 não conseguem trabalhar com o Qt 4.5.0
  • Bug 539616 – Grub Error 17 após a instalação no RAID1
  • Bug 542792 – O nome do repositório de atualização está esquisito
  • Bug 505670 – Não é possível inicializar – LVM/mapper não cria os dispositivos
  • Bugs 536581 e 535888 – OpenOffice.org com integração ao KDE4 não está usável
  • Bug 533989 – splashy ainda usa a identidade visual do 11.1
  • Bug 537112 – Placa sem fio Intel 4965 está totalmente quebrada
  • Bug 537343 – O LiveCD do GNOME pergunta pela senha do root ao montar o sistema de arquivos após a instalação. Contorno: apenas clique em “Cancelar”

Você pode rastrear os bugs mais irritantes na wiki junto com o desenvolvimento do 11.2.

Teste! Teste! Teste!

Como você pode ver, o 11.2 M8 tem alguns bugs incômodos, mas podem existir outros que ainda não encontramos. Se você quer ter certeza que a versão final do 11.2 seja quase livre dos bugs incômodos, precisamos de sua ajuda para encontrar, relatar e corrigir estes bugs escondidos.

Para aprender mais sobre os testes no, visite as páginas de Testes na wiki do openSUSE. Para acompanhar o processo de testes e desenvolvimento, nós sugerimos que você se inscreve na lista de discussão openSUSE-Factory, e entre no canal #openSUSE-Factory na rede Freenode para discutir o desenvolvimento do openSUSE.

Baixe o Milestone 8 hoje!

O que você está esperando? Baixe o Milestone 8 hoje! Os downloads estão disponíveis em software.opensuse.org/developer/

Note, se você quiser testar o LiveCD em uma máquina sem unidade de CD-ROM, você pode copiá-lo para um pendrive USB com o seguinte comando:

dd if=image.iso of=/dev/sdX bs=4M

Substitua “image.iso” com o nome da imagem ISO que você baixou e substitua “sdX” com o nome de dispositivo atual do seu pendrive USB. Seja cuidadoso! Isto irá apagar o dispositivo de destino, então tenha certeza que você tem o nome de dispositivo correto e faça um bakup de qualquer dado!

Olhando para frente

O próximo lançamento está agendado para dia 15 de outubro de 2009. Será o primeiro de dois “release candidates” (RC)  com a versão final lançada dia 12 de novembro de 2009. Veja o calendário detalhado na wiki.

fonte: http://news.opensuse.org/2009/10/01/opensuse-11-2-milestone-8-released/