Archive for the ‘notícias’ Category

Versionamento do openSUSE

Primeiramente desculpem pela demora excessiva em postar algo. Sorry 😉

Abaixo a tradução do post/e-mail do Andreas Jaeger sobre os resultados finais da votação para a escolha de como será feito os números das versões do openSUSE:

A votação para determinar o versionamento terminou e o “old school” (modelo antigo/atual) ganhou com 55% (de 98 participantes – N.T.: nesta segunda rodada votaram apenas os “membros”). Obrigado a todos que participaram nas duas votações e nas discussões sobre os tópicos.

Como o Coolo disse na lista do projeto, gostaríamos de fazer uma pequena correção na numeração:

Não teremos uma versão .0 mas apenas versões .1, .2, .3. Já que nossas versões saem em três meses, a versão de novembro será sempre a .1, a de julho .2 e a de março .3.

O plano é que a próxima versão será chamada openSUSE 12.1 e lançada dia 10 de novembro de 2011! Dois anos após, dia 14 de novembro de 2013 – teremos a versão openSUSE 13.1.

As próximas quatro versões serão chamadas:

  • Novembro de 2011: openSUSE 12.1
  • Julho de 2012: openSUSE 12.2
  • Março de 2013: openSUSE 12.3
  • Novembro de 2013: openSUSE 13.1

Resultados detalhados para membros openSUSE logados estão disponíveis na página da enquete no connect e eu os reproduzo também aqui:

  • A: “old school” (modelo antigo/atual): Como usamos hoje mas apenas contando o número a direita até 3:
    55% (54 votes)
  • B: “Fedora style” (estilo Fedora): Apenas inteiros:
    29 % (28 votes)
  • C: “Ubuntu style” (estilo Ubuntu): AA.MM:
    16 % (16 votes)

Isto também foi consistente com os resultados da primeira votação pública.

Note que o openSUSE não tem uma numeração maior e menor, mesmo que pareça assim. Não existe, atualmente, nenhuma diferença entre o que faríamos para o openSUSE 11.4 ou 12.0 ou 12.1 – e nenhum sentido em falar sobre o openSUSE 11 ou a família openSUSE 11. No passado também não tínhamos nenhum processo sobre como nomear a próxima versão (quando aumentar qual parte do número).

Penso que este novo versionamento ainda seja consistente com o antigo, mas também é um aprimoramento já que agora está claro que mudaremos o primeiro dígito a cada 2 anos. A primeira votação mostrou que metade de nossos usuários preferem um versionamento baseado em datas e a outra em numeração consecutiva. Dependendo do seu ponto de vista, você pode ver isto como uma mistura dos dois ou como uma numeração consecutiva ;)

Agora é hora de tornar o openSUSE 12.1 uma grande versão!

abraços

fonte: http://lizards.opensuse.org/2011/04/06/versionitis/http://lists.opensuse.org/opensuse-project/2011-04/msg00064.html

 

Guias rápidos e manuais para o openSUSE 11.3

Olá pessoal!

A equipe de tradução brasileira do openSUSE, está feliz em anunciar o lançamento da tradução da documentação do openSUSE 11.3 em pt_BR dos seguintes guias/manuais:

  • Guia Rápido do Novell AppArmor
  • Guia Rápido de Instalação
  • Guia Rápido do KDE
  • Guia Rápido do GNOME
  • Manual de Inicialização

Estes foram atualizados de suas respectivas versões 11.2 para 11.3. Além disso estamos orgulhosos de incluir nesta lista a tradução do seguinte manual

  • Guia do Usuário GNOME

Com mais de 100 páginas dá uma boa visão da área de trabalho GNOME.

Todos os manuais/guias estão disponíveis em:

http://code.google.com/p/opensuse-startup-pt-br/downloads/list

Agradecemos a todos que colaboraram na tradução, em especial a Ísis Binder por sua monstruosa colaboração.

Obrigado.

openSUSE 11.0 chega ao fim da vida

Olá pessoal,

<!–

Apenas para ciência de vocês, hoje acabou o tempo de vida do openSUSE 11.0, conforme anúncio:

http://lists.opensuse.org/opensuse-announce/2010-07/msg00013.html (em inglês).

Aqueles que ainda tiverem o 11.0 instalado, sugiro atualizá-lo para uma versão mais recente, 11.3 de preferência.

abraços 😉

O openSUSE 11.3 acaba de sair!

ay, July 15th, 2010 by Bryen Yunashko Digg!

Olá pessoal,

Após alguns meses sem postar, segue a tradução do anúncio de lançamento do openSUSE 11.3, feito pelo Bryen Yunashko, membro do Conselho do openSUSE:

11.3 is here
O openSUSE 11.3 está aqui!

O Projeto openSUSE está feliz em anunciar o lançamento da última encarnação do openSUSE, com suporte à sistemas 32-bit e 64-bit. O openSUSE 11.3 vem empacotado com novos recursos e atualizações, incluindo o SpiderOak para sincronizar seus arquivos pela Internet de graça, o Rosegarden par edição gratuita de seus arquivos de áudio, indexação aprimorada com o Tracker e atualizações no Mozilla Firefox e Thunderbird.

Além destes novos recursos, o openSUSE também fornece suporte a netbooks e ao sistema de arquivos Btrfs. Os usuários podem ver suporte a hardware aprimorado com o kernel Linux 2.6.34, os drivers de vídeo atualizados e o suporte para a próxima geração da computação interativa para os touchscreens como o HP TouchSmart.


O openSUSE continu sua tradição de entregar as populares áreas de trabalho KDE, GNOME e Xfce e agora também fornece a área de trabalho leve LXDE. Com o GNOME, você pode usar a última versão 2.30.1 ou dar uma olhada no futuro GNOME 3.0. Ou escolher o KDE SC 4.4.4 para as últimas atualizações. Todos eles são bem integrados e polidos como costumam ser na distribuição openSUSE.

Clique nas capturas de tela das áreas de trabalho para uma visão completa ou veja a coleção completa das capturas de tela aqui.

GNOME Shell in GNOME 3.0
GNOME Shell no GNOME 3.0

Plasma Desktop on KDE SC 4.4.4

Área de trabalho Plasma no KDE SC 4.4.4

Para servidores e plataformas de desenvolvimento, os administradores podem ter a vantagem dos novos serviços MariaDB e MySQL Cluster bem como o Conntrack para filtrar os pacotes de rede para o iptables. Os desenvolvedores irão apreciar a gama de ferramentas disponível com o GCC, GDB e Mono e IDEs como o Netbeans, Qt-Creator e muitas outras. Isto tudo em cima das inúmeras bibliotecas disponíveis através do openSUSE Build Service (OBS).

Visite nossa página de destaques do produto para uma lista detalhada dos novos recursos.

A próxima versão será o openSUSE 11.4 em março de 2011. Obrigado e divirta-se!

fonte: http://news.opensuse.org/2010/07/15/opensuse-11-3-is-here/

Lançado o openSUSE 11.3 Milestone 4!

Olá pessoal!

Segue a tradução do anúncio do openSUSE 11.3 Milestone 4:

O quarto dos sete Milestone para o 11.3 foi concluído e lançado na data agendada. O Milestone 4 foca na alteração para o upstart como daemon init.

Aqui está o que você pode achar interessante neste novo lançamento:

  • O OpenOffice.Org foi atualizado para a versão 3.2.1 Beta1 com novos recursos
  • O NetworkManager foi atualizado para a versão 0.8 com correções para melhor suportar Bluetooth e GSM.
  • O cups foi atualizado para a versão 1.4.2, ele “adiciona mais de 67 alterações e novos recursos ao CUPS 1.3.11, incluindo o suporte melhorado para Bonjour/DNS-SD, nível do suprimento e relatório de status para impressoras de rede via SNMP, uma interface Web melhorada e as ferramentas CUPS DDK.”
  • O conntrack  – sistema de filtro de rede foi adicionado. Estas são ferramentas do espaço do usuário que permitem aos administradores do sistema interagir com o Connection Tracking System, que é o módulo que fornece inspeção com estados de pacotes para o iptables.
  • A pilha Mono foi atualizada para a versão 2.6.3 junto com o MonoDevelop 2.2.2.
  • O Python foi atualizado para a versão 2.6.5 RC 2
  • O samba foi atualizada para a versão 3.5.1
  • A equipe do Moblin iniciou a integração da interface do Moblin na distribuição e planeja ter tudo pronto para o próximo Milestone.
  • Os LiveCDs  têm instalados os Adicionais para convidados do VirtualBox. Agora recursos como redimensionamento de tela, modo seamless e área de transferência compartilhada funcionam automaticamente após a inicialização! Veja este (~8,5MB) vídeo ogv para ver os recursos dos Adicionais para convidados em ação.

Usuários de áreas de trabalho Gnome/GTK:

  • O GNOME foi atualizado para a versão GNOME 2.30 RC (2.29.92)
    • No próximo Milestone, o Empathy será o cliente de mensagens instantâneas padrão para o GNOME. O Empathy agora suporta o envio de arquivos através de arrastar e soltar e o módulo IRC agora inclui o suporte a comandos comuns do IRC como o /join.
    • O tempo de inicialização do Tomboy foi melhorado drasticamente. A sincronização agora é feita automaticamente.
    • A interface do Natilus agora inclui um novo modo de visão dividida e o padrão está definido como o modo de navegação.

Usuários da área de trabalho KDE:

  • O KDE foi atualizado para a versão 4.4.1 as alterações mais importantes:
    • Um problema de performance no KMail ao enviar e-mails foi corrigido
    • Várias correções nos widgets Plasma e em outros complementos, como o relógio analógico e o quadro de imagens
    • Muitas correções no Konsole, o aplicativo poderoso de terminal do KDE
  • O Amarok está na versão 2.3, “Áreas como suporte a podcast e listas de reprodução salvas tiveram inúmeras melhorias, bem como o suporte a dispositivos de armazenamento em massa USB (incluindo reprodutores MP3 genéricos)”.
  • k3b foi atualizado para a versão 2.0 RC2

Usuários da área de trabalho LXDE:

  • Alteração para o pcmanfm 0.9.3 e libfm 0.1.9. Agora o LXDE suporta completamente a Lixeira, montagem automática, gvfs, navegação por menu e muito mais.
  • lxsession: atualizado para a versão 0.4.3 com suporte a D-Bus

Como este é um lançamento de uma versão em desenvolvimento, o openSUSE 11.3 Milestone 4 contém bugs que já conhecemos, mas não devem ficar entre os contribuidores e testadores corajosos.

Os bugs conhecidos incluem:

  • O gwibber foi atualizado mas depende do desktopcouch e esta pilha não foi ainda integrada no openSUSE.

Você pode rastrear os bugs mais irritantes na wiki juntamente como o desenvolvimento do openSUSE 11.3. Se você quiser ter certeza de que o openSUSE 11.3 final será livre de bugs irritantes, precisamos de sua ajuda encontrando, relatando e corrigindo estes bugs ocultos.

Para aprender mais sobre os testes do openSUSE, visite as página de testes na wiki do openSUSE. Para seguir o processo de desenvolvimento e testes, sugerimos que você se inscreva na lista de discussão openSUSE-Factory (Inscrição | Ajuda | Arquivos) e entre no canal #openSUSE-Factory na rede Freenode para discutir o desenvolvimento do openSUSE.

O próximo Milestone do openSUSE está marcado para ser lançado na sexta-feira, 9 de abril, com novos recursos e  correções de bugs.

Baixe o Milestone 4 hoje!

O que você está esperando? Baixe o openSUSE 11.3 Milestone 4 de software.opensuse.org/developer agora!

fonte: http://news.opensuse.org/2010/03/25/opensuse-11-3-milestone-4-release/

Lançado o openSUSE 11.3 Milestone 3!

Olá,

Segue a tradução do anúncio de lançamento do openSUSE 11.3 M3:

O terceiro dos sete Milestones para o openSUSE 11.3 foi concluído e lançado na data prevista. O Milestone 3 foca no uso do GCC 4.5 como o compilador padrão, deixando muito trabalho nas mãos do openSUSE Build Service após alguns problemas (como kernel panics) serem resolvidos.

Aqui está o que você pode achar interessante neste novo lançamento:

  • Um bug no Milestone 2 que impedia a montagem de pastas pessoais (home) criptografadas. Isto foi resolvido.
  • O zypper agora pode interromper o PackageKit, através do dbus, eliminando uma grande irritação durante atualizações e instalações adicionais.
  • Um problema no 1 com o início do xorg em hardwares i915 foi finalmente resolvido.
  • A montagem do Pam mount foi atualizada para a versão atual, já que a versão usada anteriormente é “não suportada”. Existem, aparentemente, algumas alterações no arquivo de configuração que se deve prestar atenção.

Usuários de áreas de trabalho Gnome/GTK:

  • O Qt foi removido do LiveCD do Gnome, abrindo espaço para potencialmente adicionar mais aplicativos. O Sax2 foi removido neste processo, porque se tornou obsoleto pelo detecção automática melhorada do xorg.
  • epdfview, uma skin de visualizador de PDF para o evince mas sem nenhuma dependência da gnome-lib, foi incluído.

Usuários da área de trabalho KDE:

  • O miniaplicativo gerenciador de rede teve uma atualização em sua usabilidade, na forma de um conjunto de ícones novos.

Hackers do kernel:

  • Crash, o analizador de dump do núcleo, está agora na versão 5.0.1.

Desenvolvedores Perl:

  • Várias bibliotecas foram atualizadas em conjunto com a atualização para a versão 5.10.1.

Compiladores da distribuição/appliances:

  • O kiwi não tem mais dependência obrigatória nos pacotes com a identidade visual do openSUSE
  • Grub2 está agora incluído, mesmo que não temos planos atualmente para usá-lo como padrão.

Testes! testes! testes!

Como este é um lançamento de uma versão em desenvolvimento, o openSUSE 11.3 Milestone 3 contém bugs que já conhecemos, mas não devem ficar entre os contribuidores e testadores corajosos. Os maiores bugs no 11.3 Milestone 3 são:

Geral

  • Os logs do YaST são truncados, a menos que Y2MAXLOGSIZE=10000 seja fornecido como parâmetro no linuxrc.
  • Instalações via rede irão reclamar da soma de verificação SHA1 incorreta para o cracklib-dict-full (uma correção rápida foi aplicada, a correção real está sendo feita)
  • Não é possível instalar no VirtualBox Bug #576681

LXDE

  • O rcxdm não para o lxdm Bug #584573
  • O openbox falha com SIGABRT com o gcc 4.5 (Bug #585974) (contorno: atualizar do repositório X11:lxde ou openSUSE:Factory)

Você pode rastrear os bugs mais irritantes na wiki juntamente como o desenvolvimento do openSUSE 11.3. Se você quiser ter certeza de que o openSUSE 11.3 final será livre de bugs irritantes, precisamos de sua ajuda encontrando, relatando e corrigindo estes bugs ocultos.

Para aprender mais sobre os testes do openSUSE, visite as página de testes na wiki do openSUSE. Para seguir o processo de desenvolvimento e testes, sugerimos que você se inscreva na lista de discussão openSUSE-Factory (Inscrição | Ajuda | Arquivos) e entre no canal #openSUSE-Factory na rede Freenode para discutir o desenvolvimento do openSUSE.

O próximo Milestone está agendado para ser lançado na quinta-feira, 25 de março com novos recurso adicionais e correções de bugs.

Baixe o Milestone 3 hoje!

milestone2_113

O que você está esperando? Baixe o openSUSE 11.3 Milestone 3 de software.opensuse.org/developer hoje!

fonte: http://news.opensuse.org/2010/03/15/opensuse-11-3-milestone-3-is-out/

LiveCDs do openSUSE Xfce

Olá,

Um dia após o lançamento do LiveCD do LXDE, agora é a vez do Xfce. Confira a tradução da notícia:

Ontem o Andrea (anubisg1 no IRC) anunciou os LiveCDs com o LXDE, os quais ele compilou no Build Service com a ajuda do Dmitry Serpokryl. Foi fácil para mim substituir os pacotes do LXDE pelos do Xfce no arquivo de definições do kiwi, por isto apresento a vocês os LiveCDs do Xfce!

Criei uma entrada na página dos Derivados e você pode baixar as imagens deste local. O usuário padrão é linux sem senha e o usuário root também não tem senha.

Testei a imagem 32-bit no VirtualBox e encontrei alguns problemas (veja abaixo), a imagem 64-bit não foi testada até o momento. É ai que eu gostaria de pedir a você para testar ambas as imagens. Primeiro alguns pontos:

  • atualmente o YaST em Qt é utilizado (tive alguns problemas com a interface GTK)
  • após o login, uma mensagem de aviso é exibida (sobre colocar “linux” em /etc/hosts)
  • você pode instalar o sistema no disco rígido usando o ícone do instalador do Live na área de trabalho
    • infelizmente isto previne-nos de habilitar o login automático (o sistema instalado espera o usuário“linux” que está apenas no LiveCD e o login termina em um loop, este bug do YaST está sendo trabalhado)
    • também algumas mensagens sobre o subsistema de armazenamento estar bloqueado são exibidas durante a instalação

Se você achar mais problemas, por favor, relate-os para mim. Também se você souber como corrigir os existentes, não hesite em me contatar! Obrigado!

fonte: http://stick.gk2.sk/blog/2010/03/opensuse-xfce-live-cds/