Como criar um LiveUSB a partir do LiveCD

Olá pessoal!

Traduzi um artigo da wiki em inglês e resolvi postá-lo no blog também. Segue o ctrl-c ctrl-v. Lembrando que este procedimento só é válido a partir do openSUSE 11.2 e futuros. Para as versões anteriores use meu outro tutorial.

Criar um LiveUSB

Baixe o DVD ou LiveCD de sua escolha na página de download e proceda da seguinte maneira:

Atenção
O programa dd irá destruir todos os dados atualmente existentes no pendrive USB. Por favor, tenha certeza de que o pendrive não contém nenhuma informação importante. Também, tenha cuidado aonde você envia a imagem ISO, já que o dd irá escrever para qualquer destino que você apontar, mesmo que seja seu disco rígido.

Instruções para o Linux

Se você já está executando uma máquina Linux, siga estas instruções:

1. Conecte seu pendrive USB e aprenda como o seu pendrive USB é reconhecido pelo sistema:

# ls -l /dev/disk/by-id/*usb*

Irá exibir algo parecido com o abaixo, com sdX sendo o dispositivo atual (por exemplo, sdb).

lrwxrwxrwx 1 root root  9 2010-03-05 18:22 /dev/disk/by-id/usb-SanDisk_Cruzer_Colors+_4527710EBF819BC0-0:0 -> ../../sdX
lrwxrwxrwx 1 root root 10 2010-03-05 18:22 /dev/disk/by-id/usb-SanDisk_Cruzer_Colors+_4527710EBF819BC0-0:0-part1 -> ../../sdX1

2. Desmonte o pendrive USB e use este comando (como root) para gravar a imagem em seu pendrive USB.

  • Substitua /dev/sdX com o dispositivo USB aprendido no comando acima.
  • Substitua o nome da imagem ISO abaixo pelo nome atual da imagem ISO que você baixou.
# umount /dev/sdX
# dd if=/path/to/iso/openSUSE-11.2-KDE4-LiveCD-i686.iso of=/dev/sdX bs=4M;sync
169+1 records in
169+1 records out
710934528 bytes (711 MB) copied, 77.9798 s, 9.1 MB/s

Instruções para o Windows

Se você estiver executando um sistema operacional Windows, as seguintes instruções se aplicam:

1. Conecte seu pendrive USB e encontre a letra da unidade que corresponda ao seu pendrive USB na janela “Meu computador”. A nova unidade que aparecer após conectar seu pendrive é a letra da unidade que você irá usar.

2. Baixe a ferramenta em linha de comando dd for windows e use as intruções acima ou use um utilitário de gravação de imagem como o Win32DiskImager

  • Descomprima o arquivo e execute o Win32DiskImager. Uma janela irá aparecer.

image:LiveUSB_w32diskimager_application.png

  • Selecione sua imagem ISO clicando no ícone de pasta próximo a caixa “Image File” e navegue até o diretório aonde sua imagem ISO está. Se você não ver sua imagem, digite “*.iso” na caixa “Nome do arquivo”.

image:LiveUSB_win32diskimager_file_selection_hack.png

  • Selecione a letra da unidade do seu pendrive USB da lista suspensa “Device”. Se você não ver a letra da unidade correta, confira se seu pendrive USB está conectado apropriadamente e clique no botão atualizar (duas setas em um círculo).
  • Por fim, clique no botão “Write” e aguarde alguns minutos. Uma vez a gravação termine você poderá sair do programa e “Remover com segurança” seu pendrive USB.

Criar partição no espaço restante

Por padrão, o pendrive USB irá se comportar com um LiveCD, quando você desligar, todos os dados serão perdidos. Criando uma nova partição na qual o sistema Live possa gravar, torna o openSUSE portátil: um sistema operacional que você pode usar em qualquer computador.

  • Com as seguintes instruções uma nova partição /dev/sdX2 será criada para salvar suas alterações.
  • O openSUSE irá usar esta nova partição para armazenar dados, mas você verá o sistema Live com um grande arquivo do sistema.
  • O tamanho mínimo do pendrive USB é 1 GB, mas quanto maior, melhor já que haverá mais espaço para gravar dados.

Aqui está um script que cria a segunda partição automaticamente. Seu propósito é:

  • Listas as partições
  • Criar a nova partição
  • Verificar que está concluído
  • Gravar no pendrive USB
#!/bin/bash
# liveUSBparticao.sh
# Cria uma partição gravável no LiveUSB
if [ "$1" = "" ]; then
	echo "execute o script com /dev/sdX como argumento"
	exit
fi
fdisk $1 << EOF  # inicia o fdisk (editor da tabela de partições) na partição /dev/sdX
n                # adiciona uma nova tabela de partições
p                # partição primária (1-4)
2                # número da partição (1-4)
                 # primeiro cilindro (usando o valor padrão)
                 # último cilindro (usando o valor padrão)
t                # tipo de partição
2                # número da partição (1-4)
83               # valor hexadecimal (digite l no fdisk para a lista)
w                # gravar tabela no disco e sair
EOF
SECONDPART=${1}2
dd if=/dev/zero of=$SECONDPART bs=4K count=2

Salve o script, dê a ele permissão de execução e execute o seguinte comando como root, com /dev/sdX sendo a localização atual do pendrive USB (por exemplo /dev/sdb).

# chmod +x liveUSBparticao.sh
# sh liveUSBparticao.sh /dev/sdX

O script usa o comando fdisk.Veja man fdisk para mais detalhes.

abraços 😉

fonte: http://pt.opensuse.org/Live_USB

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Cleber Mendes on sábado, 31 março 2012 at 18:53

    Olá… realmente gostei de sua exposição. Estou baixando o openSUSE-12.1-KDE-LiveCD-i686.iso, e espero que seja realmente este arquivo de LiveCD que preciso. Farei uso de sua receita. Obrigado!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: